Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Palavra do Presidente

A Funceme e a política de Ciência, Tecnologia e Inovação Estadual.

 

A tônica da nossa política de CT&I tem sido servir ao aumento do PIB cearense, e neste sentido torna-se mais evidente a necessidade de reforçar a utilidade das instituições de CT&I dentro do sistema, estando entre estas a Funceme. Neste sentido, a Funceme nos últimos seis anos tem se voltado para os usuários potenciais de sua informação, tentando adaptar os seus produtos e informações às necessidades dos mesmos, descobrindo novas áreas de atuação no caso do setor de energia e agregando CT&I também a outros setores.

 

Estudos ambientais, como o zoneamento econômico-ecológico e o de áreas degradadas e susceptíveis à desertificação, revestem-se de uma importância não só pelo conhecimento desta realidade, mas também pela possibilidade de redimensionamento das atividades econômicas a esta realidade. Estes estudos subsidiam a elaboração de outras políticas públicas, que, de forma integrada, visam garantir o desenvolvimento sustentável do Estado. Adicionalmente, programas de caráter operacional vêm sendo desenvolvidos como uma forma de garantir o bom manejo das nossas terras, entre estes programas podendo-se destacar o programa de prevenção de queimadas - o PREVINA.

 

Na área dos recursos hídricos, a Funceme é parte integrante do Sistema de Gerenciamento dos Recursos Hídricos, exercendo o papel da "casa dos estudos e pesquisas" para o setor. Nesta área a Funceme tem exercido o seu papel das mais diversas formas, a saber: introdução de novas tecnologias na avaliação de disponibilidades hídricas, desenvolvimento de sistemas de informação, avaliação dos impactos da previsão climática sobre o setor, introdução de novos equipamentos no monitoramento hidro-ambiental, entre outras atividades.

 

No que diz respeito à agricultura, as ações da Funceme têm se dividido em soluções tecnológicas para a agricultura de sequeiro e para a agricultura irrigada. Reconhecidamente de baixa produtividade e baixa tecnologia, nossa agricultura de sequeiro pode ser um dos setores que mais se beneficie dos estudos desta Fundação, seja subsidiando à formulação de um zoneamento agrícola com uma base de informação mais detalhada (pluviometria e solos), pela estimativa do rendimento das culturas de forma antecipada, essencial para alocação de recursos para o seguro safra, seja também pela possibilidade pelo suporte à tomada de decisão de, por exemplo, quando plantar. Agregar tecnologia ao setor parece o caminho natural para o aumento do rendimento das culturas de sequeiro. Do outro lado, a agricultura irrigada pode também se beneficiar pela introdução de CT&I no setor, como por exemplo, o manejo da irrigação com base nas condições atmosféricas, ou manejo automático de projeto de irrigação. Neste contexto, a Funceme lançou há dois anos o programa SIMIC - Sistema de Informações Meteorológicas para Irrigação no Ceará, um programa que visa à conservação de água e energia na agricultura irrigada, o que certamente tem impacto econômico positivo no setor. O programa tem tomado uma grande dimensão dentro da instituição e contado com aporte de recursos das mais diversas fontes. Ainda visando a maior introdução de tecnologia no setor a Funceme vem investindo no desenvolvimento de equipamentos de baixo custo para viabilizar o manejo automático de projetos de irrigação.

 

A Funceme tem buscado a concepção de soluções de CT&I para o setor de energia, seja este o hidroelétrico ou o de energia alternativa, como é o caso do eólico. Estas são ações recentes que vem tomando corpo à medida que novos aportes de recursos são direcionados a estes estudos e pesquisas. Nesta fase inicial, a idéia norteadora tem sido determinar com antecedência o potencial de geração de energia a partir da modelagem numérica nas escalas de tempo (dias) e clima (meses). No caso da energia eólica, isto se reveste de grande importância, uma vez que as empresas geradoras têm condições de anteciparem quanto podem oferecer à Operadora Nacional do Sistema elétrico, com antecedência, e ainda considerar as flutuações do preço da energia ofertada na definição do melhor momento para a oferta de energia.

 

Como se pode perceber, a Funceme não deve ser vista como uma Instituição de ciência e tecnologia pura, uma vez que sua missão não é somente desenvolver pesquisa, mas promover sua aplicação.

 

Áreas de atuação da FUNCEME:

 

 


 

 

Eduardo Sávio Passos Rodrigues Martins

 

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
JANEIRO 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados